Inicio Tecnologia Análises Análise Alcatel Idol 3: um novo Idolo

Análise Alcatel Idol 3: um novo Idolo

Red Magic 5G

Alcatel Idol 3 (18)

Hoje trazemos o Alcatel One Touch Idol 3. Se procura uma prenda de Natal com uma boa relação qualidade / preço, a resposta pode estar aqui.

Indice

Características e acessórios
Design e Ecrã
Câmara
Desempenho
Veredicto: Alcatel Idol 3

Características e acessórios

O Alcatel Idol 3 que hoje analisamos está bem equipado. Conta com 0 processador Qualcomm MSM8939 Snapdragon 615, um octa-core dividido em Quad Core 1,0 GHz Cortex-A53 + Quad Core 1,5 GHz Cortex-A53, 2GB de RAM e 32GB de memória interna.

Tem ainda uma câmara frontal de 8MP e outra traseira de 13MP. É extremamente leve, pesando apenas 141g e a dimensão apresentada é bastante razoável dado o ecrã de 5,5″ Full HD que o equipa.

Segue uma tabela com as características que consideramos mais importantes:

Design e Ecrã

Alcatel Idol 3 (14)A Alcatel teve um cuidado especial no Design do Idol 3. À primeira vista, poderia ser um concorrente à altura dos seus adversários de gama superior. Com um aro metálico a toda à volta, uma capa plástica de boa qualidade e uma frontal elegante, temos um telefone agradável ao toque. Um dos aspetos que nos salta mais à vista é o ecrã. De tão bem enquadrado que está, ninguém diria que se trata de um telefone de 5,5 polegadas. Com dimensões que se assemelham aos de um telefone de 5″ (152,7 x 75,1), foi reduzida a espessura para, apenas, 7,4 mm, o que o torna incrivelmente leve com apenas 141g.

Em parceira com a JBL, a Alcatel embutiu dois altifalantes, um em cada extremo do smartphone, de forma a termos um som de alta qualidade, em Stereo, sempre que o som lhes é direcionado. Quando olhamos para o Idol 3, notamos logo uma simetria que pode fazer alguma confusão. A Alcatel pensou numa solução, incluir um botão de inversão da visão. O telefone quando rodado, inverte literalmente a 180º a visualização, podendo ser utilizado de “cabeça para baixo”. Para essa função, conta com dois microfones e dois altifalantes.

Alcatel Idol 3 (17)Por ser selado, não há a possibilidade de trocar a bateria, o que pode ser considerado um ponto negativo e a bandeja dois cartões SIM é ao estilo do iPhone, bastante discreta e funcional. Temos apenas três botões físicos, dois do volume do lado direito, e um de ligar / desligar no lado esquerdo. Esta inversão da posição considerada habitual na localização dos botões deixou-nos um pouco confusos de início, mas rapidamente nos habituámos.

O ecrã Full HD de 5,5″ conta com um brilho e qualidade de cores bastante elevados, mesmo em situações de contra-luz, conseguimos uma boa visualização. Apenas um ponto menos bom, é o ângulo de visualização. Se por algum motivo tivermos que olhar de lado para o ecrã, vamos ter a noção de uma névoa bastante sublime, nada que influencie o desempenho e a qualidade deste ecrã.

Câmara

Alcatel Idol 3 (7)Posso dizer que ficámos bastante satisfeitos com a câmara do Idol 3. Os 13MP da câmara traseira cumprem bastante bem a sua função e a mesma conta com um software simples mas completo. A destacar, a possibilidade de tirar fotos em modo Manual, alterando os valores para o ISO e Velocidade de Obturador. O foco é bastante rápido e preciso. O único ponto negativo na câmara traseira, prende-se com o facto de quando tiramos fotos, tentamos enquadrar o motivo com os limites que temos no ecrã de pré-visualização. Pois bem, na foto final, a foto é um pouco maior. Reparámos nisso quando tentamos “encostar” o sujeito ao lado mais direito do ecrã, em que na foto final, aparece um pouco mais de informação fotográfica do que realmente queríamos fotografar.

Alcatel Idol 3 (15)Uma das grandes novidades, é câmara frontal. Cada vez mais as marcas olham para as necessidades e modas que gerem o mundo de quem compra os seus produtos. Falamos das Selfies. Hoje em dia, os telefones vêm preparados para tirar fotos ao próprio, quase como que com a câmara principal. No Alcatel Idol 3, foi pensado e resolvido um dos grandes problemas das selfies, não caber tantos amigos quantos desejaríamos. A solução encontrada foi instalar uma câmara de grande angular por cima do ecrã, com um excelente desempenho e com pouca distorção. Quando comparamos uma Selfie entre o Idol 3 e o Xperia Z3 (o meu pessoal), reparamos na quantidade de informação extra que temos na imagem.

Voltando à câmara traseira, em quase todas as fotos que tirámos, ficámos satisfeitos. Apenas no caso da função HDR, notamos alguma dificuldade na composição da fotografia com dois planos distintos de iluminação. Comparativamente com outros telefones que temos em teste (refira-se que de gama superior), o HDR pouco difere do modo normal do telefone e quando existe de facto uma diferença visível, a foto apresenta algum grão. Podemos ver em baixo a diferença com e sem HDR.

HDR IDOL 3

HDR Idol 3 2

Seguem algumas fotos tiradas com o Idol 3:

Desempenho

Nos testes de desempenho, podemos dizer que os resultados estão dentro do que se poderia esperar de um telefone desta gama. A exceção são os testes em ambientes 3D. Os resultados são algo baixos em relação aos competidores diretos.

Nesta comparação, decidimos entrar no patamar do LG G3. Nos quatro programas que utilizamos com frequência, o único que apresentou uma disparidade em termos de valores foi no 3D Mark. Havia um dos testes que ele nem correu, utilizamos a versão “Unlimited” para podermos compara com o G3. O resultado foi cerca de metade da pontuação.

Este resultado refletiu-se em alguns jogos que pedem um pouco mais do Adreno 405 presente no Idol 3. Não que ele se recuse a correr, mas porque a fluidez não é a mesma e se jogar mais que dez minutos nessas condições, irá certamente sentir um desconforto visual.

No quadro abaixo pode-se ver as diferenças no GFX, Vellamo, 3D Mark e Antutu:

Teste Idol Vs G3

Mas como muitos de nós não vamos utilizar este smartphone para jogar, a nossa opinião sincera é que o poder de processamento do Idol 3 é mais que suficiente para as situações do quotidiano. Utilizamos cerca de 30 aplicações que usamos no nosso dia a dia e não houve “lags” mesmo com várias apps abertas ao mesmo tempo.

Mesmo que o queira para jogos, não podemos dizer com toda a certeza, mas a grande maioria dos jogos presentes na Play Store não vão apresentar problemas de maior quando instalados neste Alcatel.

Seguem as fotos dos testes de desempenho:

Veredicto: Alcatel Idol 3

Alcatel Idol 3 (2)

Gostámos bastante da experiência deste terceiro Idol. Combina num único Smartphone, algumas das características que encontramos em telefones de gama superior, como é o caso do NFC. A câmara cumpre a função, apesar de sentirmos que o já habitual HDR tem um desempenho inferior ao desejado, o processador de oito núcleos tem boas notas em quase todos os testes que fizemos e a qualidade de ecrã é bastante elevada. Dos únicos pontos que podemos apontar como negativos, está a bateria que podia ser melhor e não sendo removível, torna mais limitada a utilização do Idol.

Pontos a Favor:

  • Qualidade da câmara
  • Desempenho
  • Design cuidado

Pontos Contra:

  • Capacidade da bateria
  • Mais barato seria mais competitivo

Aproveitamos para agradecer à Alcatel pela cedência do Idol 3 para testes, o mesmo pode ser encontrado no mercado português, desbloqueado, desde 299,00€.

Segue a habitual galeria de fotos do dispositivo:

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here