Alexa vai passar a controlar as boxes de televisão

A Alexa vai receber uma nova actualização que lhe permitirá tornar-se mais interactiva com as boxes televisivas. Esta nova actualização colocará no dispositivo ligações pré-feitas com diversas boxes do mercado e a possibilidade dos produtores adaptarem com facilidade as suas DVRs para se ligarem igualmente ao assistente digital da Amazon.

Alguns utilizadores já tinham efectuado esta ligação entre a Alexa e as boxes de forma não-oficial. Mas esse tipo de ligações nem sempre são recomendáveis, e é sem dúvida melhor que a Amazon se comprometa com o suporte para esta funcionalidade.

Esta actualização ao Video Skill API da Alexa vai permitir que o utilizador emita novos comandos de voz para controlar a box televisiva. O utilizador poderá pedir à Alexa para lançar aplicações, iniciar gravações ou colocá-las em play, mudar de canal entre muitas outras opções. Nos EUA, estas opções já estão programadas para a Dish, Verizon, TiVo e DirectTV, e espera-se que muitas outras lhes sigam. Ainda não existem planos para as operadoras nacionais intercalarem com a Alexa.

Porém, é preciso sublinhar que não se trata propriamente de algo completamente inovador. As operadoras portuguesas já experimentaram com tecnologia de comandos de voz, tendo a primeira sido a Vodafone em 2013. A premissa era precisamente esta a que a Alexa agora se propõe: controlar a box através de comandos de voz. Em Portugal, estas aplicações sempre estiveram longe de ser populares e os utilizadores continuaram a preferir o velho comando de mão.

Será que no futuro esta tendência se poderá alterar? Essas aplicações incluídas nas boxes das operadoras portuguesas são súper especificas: em casa, a voz apenas controla um aparelho digital, neste caso a box (e consequentemente a televisão). O que a Alexa oferece é um dispositivo centralizado que progressivamente vai ganhando terreno no controlo de todas as funcionalidades electrónicas de casa. Falando para a mesma assistente, no futuro próximo, parece cada vez mais plausível controlar desde o aquecimento central até à iluminação, passando pela aparelhagem, frigorifico e televisão. Este pacote completo de facilidade no controlo de um grande numero de dispositivos em casa está a convencer cada vez mais pessoas nos EUA a recorrer aos assistentes digitais. O aumento do mercado tem sido exponencial, o que surpreendeu até a própria Amazon.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here