Alemanha pode banir Huawei e ZTE de sua rede 5G

Nos últimos meses, tanto a Huawei como a ZTE têm estado sob intenso escrutínio devido a preocupações de segurança no que diz respeito ao lançamento de redes 5G de próxima geração.

Isto levou muitos governos na Europa, incluindo a Alemanha, a olhar mais de perto para as operações dos gigantes das telecomunicações chinesas. Agora, de acordo com um relatório da Reuters, o governo alemão planeia apresentar medidas que restrinjam o envolvimento da Huawei e da ZTE nas redes 5G alemãs.

A Alemanha parece juntar-se a outros países em todo o mundo num movimento para proibir duas empresas chinesas, Huawei e ZTE. Isto significa que as companhias não poderão instalar qualquer novo Hardware ou Software para uso em 5G. Adicionalmente, qualquer equipamento que já tenha sido instalado por estas empresas deverá ser removido. Isto acontece porque as autoridades na Alemanha estão preocupadas com potenciais ameaças à segurança colocadas pelas duas companhias.

A decisão de proibir a Huawei e a ZTE marca uma mudança significativa na relação da Alemanha com os seus parceiros chineses, uma vez que o país procura distanciar-se das empresas. Isto é especialmente pertinente no espaço tecnológico 5G, uma vez que países de todo o mundo procuram melhorar as suas redes. A Huawei tem sido duramente atingida devido às sanções impostas pelos principais mercados ocidentais, tornando-as uma opção pouco fiável para muitas nações que querem redes 5G seguras.

O governo alemão ainda não fez uma declaração oficial sobre o assunto, contudo um representante da Huawei observou que a empresa tem tido um registo impressionante no fornecimento de soluções seguras para a Alemanha e outros países ao longo das últimas duas décadas.

De acordo com a reconstrução feita pelo Zeit Online, o Ministério do Interior e a agência local de segurança cibernética trabalham há meses para descobrir se os componentes fabricados pela Huawei e ZTE podem colocar em risco a segurança da rede 5G alemã. Os resultados da pesquisa ainda não são públicos, mas de acordo com especialistas na aérea parece que os dados ficaram claros no imediato.

Caso a proibição entre em vigor, o governo irá impor uma proibição às operadoras que usam equipamentos 5G fabricados pela Huawei e ZTE, algo que pode impactar o desenvolvimento da rede no curto prazo, já que análises anteriores da indústria descobriram que a Alemanha tornou-se cada vez mais dependente da Huawei.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui