Alemanha falha o seu objectivo de ter 1 milhão de carros elétricos até 2020

20 de Setembro de 2018
4 Partilhas 265 Visualizações

A Alemanha irá adiar o seu objectivo de ter 1 milhão de carros eléctricos na estrada. O objectivo original era atingir essa marca daqui a dois anos, em 2020. Porém, o objectivo foi alterado para 2022, de acordo com um relatório patrocinado pelo governo.

“Considerando as actuais dinâmicas do mercado, o objectivo de 1 milhão terá provavelmente que ser alterado para 2022,” refere o relatório da Plataforma Nacional Alemã para Mobilidade Elétrica, que foi submetida à chanceler Angela Merkel na quarta-feira.

Novos registos de carros eléctricos mais do que duplicaram na Alemanha o ano passado. Este é um dos mercados para este tipo de veículos que mais cresce no mundo. Estas vendas foram ajudadas pelos subsídios introduzidos em 2016 no valor de cerca de 1 bilião de euros, em parte financiados pela indústria de carros alemã, em parte pelo estado.

No entanto, alguns limites ao maior crescimento deste mercado passam pelo custo dos carros, as suas limitadas distâncias de condução e a falta de pontos de carregamento.

Tornar os impostos menos pesados e aumentar os pontos de carregamento

A coligação governamental alemã planeia facilitar a compra de carros eléctricos facilitando ao nivel dos impostos. Também está nos planos do governo alemão colocar mais 100.000 pontos de carregamento em todo o país para facilitar as viagens nestas viaturas elétricas.

Para além destas medidas, o estado alemão não coloca de lado a ideia de subsidiar directamente estes carros para tornar os transportes no país “mais verdes”.

O Ministro dos Transportes reconhece o atraso alemão

“Nós tivemos com certeza um início atrasado à mobilidade elétrica, mas agora estamos a recuperar,” referiu Andreas Scheuer na quarta-feira. O ministro da economia, Peter Altamaier, referiu que existirão conversas ao nivel europeu em Novembro para promover a produção de baterias para carros eléctricos em solo europeu.

Apesar destes discursos ao mais alto nivel do govero alemão, a verdade é que o país não cumpriu a sua meta.

Fonte: Reuters

Artigos interessantes

Huawei Mate X é o dobrável da Huawei
Huawei
40 Visualizações
Huawei
40 Visualizações

Huawei Mate X é o dobrável da Huawei

José Nilson - 23 de Fevereiro de 2019

E parece que a Huawei não quer ficar para trás de outras marcas. Dessa vez é a hora da rivalidade…

Aparelhos para trabalho remoto
Tecnologia
3 Partilhas60 Visualizações
Tecnologia
3 Partilhas60 Visualizações

Aparelhos para trabalho remoto

Adriank Fructuoso - 23 de Fevereiro de 2019

Hoje em dia cada vez mais vemos pessoas trocando seus trabalhos tradicionais por trabalho remoto, por vezes em casa, no…

Apple perde mercado para Huawei
Destaques
5 Partilhas60 Visualizações
Destaques
5 Partilhas60 Visualizações

Apple perde mercado para Huawei

Adriank Fructuoso - 23 de Fevereiro de 2019

Como todos sabemos a China está em crescimento exponencial e com isso suas empresas também seguem essa forma de crescimento.…

Comente

O seu email não será publico