AirTags: Apple confirma de forma não oficial a existência do produto

A Apple tem funcionalidades interessantes para encontrar iPhones, Apple Watches e iPads, e os rumores sugerem fortemente que a Apple está atualmente a trabalhar num dispositivo semelhante ao Tile que nos permitirá encontrar outros itens também. Não é de estranahr que a Apple revele novos produtos durante 2020.

E parece que a Apple não está a tentar esconder a existência das AirTags. Em abril de 2020, a Apple enviou um vídeo de suporte para sua conta do YouTube, mostrando como apagar um iPhone. Aproximadamente à marca de 1:43 no vídeo – que entretanto já não está online – a Apple mostra como desativar o Find My iPhone e, ao fazer isso, revelou uma alternância para desativar o recurso “Ativar localização offline”. Nas próprias palavras do recurso, “A descoberta offline permite que este dispositivo e AirTags sejam encontrados quando não estiver conectado ao Wi-Fi ou celular”. O vídeo foi originalmente visto pela Appleosophy e, obviamente, divulgado por toda a internet.

O que são AirTags?

As AirTags são blocos de rastreamento que provavelmente serão semelhantes aos produtos populares de rastreamento Bluetooth das empresas Tile, Adero, Pixie e similares. Pode anexar esses blocos a objetos como chaves, malas ou bolsas (ou até colocá-los na sua carteira) e encontrar o objeto através de uma aplicação no seu smartphone. De referir que este tipo de produtos não são novidades.

Há rumores de que as AirTags são mais precisas do que os rastreadores Bluetooth tradicionais, já que cada um deles contém um chip de banda ultralarga U1, da mesma forma que encontramos nos iPhones mais recentes. Isso significa que será possível não só saber que o objeto está perto, mas também identificar mais ou menos exatamente onde está. A realidade aumentada provavelmente também ajudará no processo de encontrar as suas coisas.

Os dispositivos do Tile são quadrados, mas um fragmento de código descoberto no iOS 13 beta pelo 9to5Mac em junho passado sugere que as AirTags serão redondas, brancas e terão um logotipo da Apple no meio. É possível que seja apenas uma maquete e não o design final, sendo que a imagem deste artigo não é o produto real, mas poderá não ser muito diferente.

Em fevereiro, o blog japonês Mac Otakara disse que os AirTags também seriam à prova d’água, o que é mais uma novidade deste produto.

Como o AirTags funciona?

O AirTags provavelmente terá um chip de proximidade dentro que permitirá emparelhá-los rapidamente com um iPhone, mantendo-os próximos ao telefone, assim como os AirPods ou o HomePod. É provável que se faça a monitorização real através do aplicativo Find My recentemente redesenhado, que segundo rumores está a receber uma nova guia “Itens”, onde poderá ser possível rastrear várias AirTags.

Existem vários recursos, muitos dos quais os MacRumors publicaram após o acesso a uma versão interna do iOS 13 em agosto de 2019. Seu iPhone pode enviar uma notificação se  ficar muito longe de um AirTag, por exemplo, o que pode ser útil se um etiqueta destas nas suas chaves ou dentro da sua carteira. Também pode adicionar “Locais seguros” para ignorar, para que seu telefone não esteja constantemente fazendo um ping quando, por exemplo, deixa sua carteira no armário do ginásio ou quando está em sua própria casa.

Provavelmente também poderá colocar o AirTag no “Modo Perdido”, o que permitirá que a tag retransmita as suas informações de contato para outros utilizadores da Apple que encontrarem ou estejam perto do objeto, e esses utilizadores poderão entrar em contato consigo. A AirTag também deve enviar uma notificação quando for encontrada.

Também há a possibilidade de a AirTag emitir um som através do aplicativo Find My para facilitar a localização, o que seria excelente. Além disso, quando estiver perto do AirTag, a Apple poderá usar a câmara para ver balões na direção do AirTag com a ajuda da realidade aumentada. É semelhante à maneira como o Pixie Wireless Tracker funciona.

As AirTags também podem ter uma bateria removível tipo botão, como grande parte das chaves automóveis. Se um AirTag estiver com a bateria fraca, é enviado um aviso para si e  com o local final antes de ficar offline.

Quando o AirTags será lançado?

As AirTags ainda são um rumor, sendo que não há qualquer confirmação oficial por parte da Apple. No entanto, em fevereiro de 2020, o respeitado analista da TF Securities, Ming-Chi Kuo, disse que a Apple começará a produção em massa de AirTags no segundo ou terceiro trimestre deste ano. Isso significa que provavelmente teremos que esperar até ao outono para encontrá-los nas lojas, no entanto, há sempre a possibilidade de a Apple aproveitar o WWDC para apresentar esta novidade.

Atualmente, não sabemos quanto custarão, mas o consenso geral é que eles serão relativamente “acessíveis” porque a Apple deseja que os utilizadores comprem várias tags.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here