Agora é mais difícil para as App´s Android o rastreio após um ´opt-out´

Os utilizadores há muito que podem optar por não receber anúncios personalizados no Android (poderá fazer isso acedendo à opção Configurações, no menu do Google e selecionando “Anúncios”), mas parece que isso não impede que os ´developers´ possam aceder ao ID de publicidade do seu dispositivo por completo.

O AdExchanger relata que as aplicações foram capazes de usar o identificador para fins não publicitários, como análise e prevenção de fraude, e a página de suporte do Google informa que irá anunciar uma “solução alternativa” para esses casos de uso no próximo mês.

A página de suporte do Google informa que a implementação da nova política acontecerá em fases. Dispositivos Android 12 serão iniciados com esta mudança no “final de 2021”, antes de ser implementado em todos os dispositivos com o Google Play no início do próximo ano. ´Developers´ XDA relatam que o Google Play Services também notificará as aplicações existentes com acesso ao seu ID de publicidade e dados relacionados, para que isso possa ser excluído quando apropriado.

Assim, vai ficar mais difícil para os aplicativos Android rastrear os utilizadores que optaram por não receber anúncios personalizados, segundo relatórios do Financial Times, depois que o Google anunciou mudanças em como lidará com os identificadores exclusivos de dispositivos que permitem que os profissionais de marketing os rastreiem por entre as aplicações. A partir do final deste ano, o Google está a cortar o acesso a esses “IDs de publicidade” depois que um utilizador os desativa, e irá mostrar aos ´developers´ uma “seqüência de zeros” no seu lugar.

A notícia foi anunciada num e-mail para ´developers´ da Play Store, e a Google também atualizou a sua página de suporte para ´ID´s na Publicidade com anúncios´. A Google disse aos ´developers´ que as mudanças irão “fornecer aos utilizadores um maior controle sobre os seus dados, e ajudam a reforçar a segurança e a privacidade ”, relata o Financial Times.

A mudança ocorre poucos meses depois que a Apple reformulou a forma como os IDs de publicidade funcionam no iOS numa aparente tentativa de competir com a nova política, e nessa sequência, e recentemente, a Google também anunciou que está a adicionar informações de privacidade às listagens da Play Store, espelhando um recurso semelhante que a Apple adicionou à sua App Store no ano passado, que também está a limitar quais as aplicações que poderão ´ver´ o que instalámos no telefone.

Embora o anúncio da Google venha logo após as mudanças no rastreamento de anúncios da própria Apple, ainda não está claro quão semelhantes as duas abordagens serão. A página de suporte da Google ainda se refere à decisão de interromper o rastreamento de anúncios como um processo de “opt-out”, enquanto as alterações da Apple efetivamente rastreiam uma decisão de opt-in. Mas independentemente de como a Google eventualmente lida com o processo, esta é outra mudança potencialmente grande para a indústria de publicidade digital.

Fonte: The Verge

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here