Agência de Inteligência do Reino Unido Lança Emuladores para máquinas de criptografia da Segunda Guerra

Reino Unido avisou aos internautas que que a agência de inteligência GCHQ, está celebrando seu centenário. Por este motivo, a agência lançou emuladores para máquinas de criptografia da época da Segunda Guerra Mundial.

E que podem ser executadas em seu aplicativo de criptografia educacional baseado na Web CodeChef. O que é uma dádiva para aqueles viciados em tecnologias antigas se divertirem muito com os emuladores.

“Trouxemos a tecnologia do nosso passado para o presente criando emuladores para a Enigma, Typex e Bombe em #CyberChef”, disse o GCHQ na quinta-feira via Twitter. “Nós até os testamos contra a coisa real! Experimente-os por si mesmo!”. Para quem não está muito por dentro do assunto, calma. Vamos dar a vocês, e aqueles que estiverem interessados, um pouco de aula da história sobre essa máquinas.

Um pouco de história

Máquinas de enigma transformam texto em texto cifrado e vice-versa. Elas foram usados ​​pelos militares alemães, entre outros, para criptografar e decodificar mensagens durante a Segunda Guerra Mundial.

As máquinas foram produzidas logo após o final da Primeira Guerra Mundial e inicialmente vendidas como ferramentas para guardar segredos comerciais. Mais tarde, foram adotados pelos militares alemães e, em 1932, a venda dos aparelhos exigia a aprovação militar.

Com a aproximação da Segunda Guerra Mundial, a máquina Enigma atraiu a atenção dos decifradores de código na Polônia, onde as preocupações com a beligerância alemã foram ampliadas pela proximidade das forças alemãs.

Em 1939, pouco antes de a Alemanha invadir a Polônia, os britânicos receberam uma máquina Enigma dos quebradores de código poloneses e logo depois retomaram um longo esforço para romper o Enigma no recém-criado Bletchley Park.

Com base em trabalhos anteriores da Polônia, Alan Turing, um dos pioneiros da computação moderna, e “gênio esquecido” Gordon Welchman desenvolveu o Bombe, um dispositivo de quebra de código para determinar as configurações-chave da Enigma.

Typex era uma máquina de codificação britânica usada pela Royal Air Force. O sucesso que os aliados tiveram de quebrar códigos na Europa e nos teatros do Pacífico desempenhou um papel crucial no resultado da Segunda Guerra Mundial.

Agora você pode se divertir

Sim, agora com essa liberação da agência esses emuladores estão disponíveis para brincar em casa. De acordo com seu interesse em códigos, passados ​​e presentes, o GCHQ emulou Enigma, Bombe e Typex em software, por meio do CodeChef.

O CodeChef é um aplicativo da Web que estreou em 2016. O equipamento de vigilância descreve CodeChef como “um aplicativo da Web simples e intuitivo para analisar e decodificar dados sem ter que lidar com ferramentas complexas ou linguagens de programação. “

O CodeChef oferece uma variedade de opções para explorar a codificação e decodificação de dados. Por exemplo, decodificar uma string codificada em Base64 e desmontar o código shell. Seu código-fonte está disponível no GitHub.

Recriar a máquina Enigma em software é bem menos dispendioso do que comprar uma Enigma real. Para se ter uma ideia, as máquinas originais foram vendidas por preços que variam de US $ 75 mil a mais de US $ 500 mil em leilão.

Enfim, esses emuladores fazem o seu gosto? Que tal experimentar o que os soldados da Segunda Guerra viviam para fazer?

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here