Afinal a Google não vai abrir uma cadeia de lojas

googleAo contrário do que foi noticiado por vários órgãos de comunicação social internacionais da especialidade e pelo tecnologia, a Google não pretende abrir uma cadeia de lojas a retalho.

Quem o afirma é o atual vice-presidente da Google destacado para as áreas móvel e digital da empresa, Andy Rubin, durante um debate de mesa redonda a que o All ThingsD teve acesso.

Segundo o responsável pelo sistema Android, a Google neste momento não necessita de abrir lojas a retalho afirmando que “a Google não tem planos nem nada para anunciar” sobre este assunto.

A novidade da abertura da cadeia de lojas foi bem recebida, sobretudo, devido à possibilidade de poder experimentar a gama Nexus e os ainda não lançados Google Glass, contudo Andy Rubin esclareceu que, no que diz respeito ao “Nexus, não há a necessidade de ter os dispositivos numa loja”.

Assim, a Google vai continuar a preferir vender os seus produtos através do Google Play e das lojas a retalho, caindo por terra os recentes rumores que davam conta da abertura de uma cadeia de lojas nos E.U.A.

Durante o debate o vice-presidente falou também sobre o facto de a Samsung liderar o mercado dos smartphones usando o sistema operativo criado pela Google. Andy Rubin reconheceu o sucesso da rival, afirmando que a empresa sul-coreana sabe aplicar e executar o sistema, razão que leva aos lucros e ao sucesso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here