Aeroportos do futuro terão pistas e terminais circulares para maior eficiência

O cientista holandês Henk Hesselink, investigador de renome pertencente ao Centro Aeroespacial Holandês, apresentou um modelo inédito de conceção de aeroportos. A forma abundante no novo modelo defendido por Hesselink é circular e compreende o uso e abuso desta forma geométrica até nas pistas de aterragem e descolagem.

O novo design de aeroportos de Hesselink recebeu a designação de «pista sem fim» e terá posicionado ao centro o terminal. A nova pista, uma verdadeira circunferência desenhada com 3,2 km de raio de curvatura permite às aeronaves circularem mais livremente e descolarem em menor espaço sem surgir a necessidade de realizarem arriscadas manobras de contorno de ventos cruzados. Em simultâneo, e graças a esta nova disposição circular, poderão descolar e aterrar até três aviões em simultâneo, algo impensável nos aeroportos atuais.

Para desenvolvimento deste novo modelo a equipa de Hesselink recorreu a avançados sistemas de simulação de vôo e cálculos de matemática avançada computacionais para teste. Graças a esta disposiçao circular e cêntrica dos aeroportos o espaço ocupado por um equipamento deste tipo ocupa cerca de um terço da área do que os aeroportos dos dias de hoje utilizam.

Fonte: Designboom

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here