Hackers roubam dados de milhões de clientes e parte do código da Adobe

passatempo

AdobeA Adobe é a mais recente vítima dos piratas informáticos. A empresa admitiu em comunicado que hackers de identidade desconhecida conseguiram obter acesso a dados de 2,9 milhões de contas de clientes, roubando parte do código que constitui a base de alguns dos seus produtos.

“Os hackers conseguiram roubar informação privada de consumidores (…), mesmo que estivesse encriptada, e roubaram ainda parte da propriedade intelectual [da Adobe]. São dois ativos muito valiosos“, disse Eduard Goodman, chefe do departamento de privacidade da empresa IDentity Theft 911.

A notícia foi primeiramente revelada por especialista em segurança digital Brian Krebs, no seu blogue krebsonsecurity.com.

Os piratas informáticos conseguiram roubar parte do chamado “código de origem” do Adobe Acrobat e Adobe ColdFusion. Isto significa que este poderá ser um dos ataques mais graves na história da pirataria contra um gigante tecnológico, já que a Adobe está “presente” em todos os computadores do mundo que tenham um programa seu.

Tendo acesso ao código, o provável objetivo dos hackers será encontrar formas de corromper serviços, obter controlo de computadores pessoais e entrar nas redes de empresas. Tudo através dos dados roubados à Adobe.

A empresa confirmou o ataque no seu blogue, através de uma mensagem escrita por Brad Arkin, chefe da segurança da empresa. Do pacote de dados roubados das contas dos clientes fazem parte “nomes, dados encriptados de cartões de crédito ou débito, datas de validade e outras informações relativas a encomendas”. A Adobe vai continuar a investigar o caso, em conjunto com as autoridades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here