Adele fez o Spotify remover o botão de reprodução aleatória

Os artistas têm muita influência nos serviços de streaming de música, mas Adele pode ter uma influência maior do que maioria. A BBC News relata que o Spotify removeu o botão shuffle de todas as páginas do seu álbum depois de a Adele ter pressionado a empresa para fazer a mudança aquando do lançamento de 30. Os álbuns devem ser ouvidos pela ordem definida pelo artista, porque contam “uma história”, explicou a cantora numa publicação no Twitter.

A remoção do botão foi uma condição imposta pela cantora para que o seu álbum integrasse a plataforma e o Spotify deu ouvidos à cantora. “Este era o único pedido que tinha para a indústria, que está em constante mudança. Nós não criamos álbuns com tanto carinho e esforço na ordem das músicas sem motivo. A nossa arte conta uma história e as nossas histórias devem ser ouvidas como nós as imaginamos.”, lê-se numa publicação no Twitter da artista.

O Spotify assentiu ao pedido da artista e, neste momento, a medida já se encontra em vigor. “Obrigado Spotify por me ter ouvido”, refere a artista na mesma publicação do Twitter.

blank

Ainda que possa ter sentido que os álbuns sejam reproduzidos pela ordem definida pelo artista, e mesmo que este novo álbum da artista seja sobre um momento importante na sua vida, muitos são os críticos que já levantaram preocupações sobre a remoção de uma funcionalidade para agradar um artista.

Esta opção será sobretudo incómoda para os utilizadores que gostam de utilizar o modo de reprodução automática.

Este é o primeiro caso em que a empresa retira o modo de reprodução aleatória mas, nos últimos anos, foram vários os artistas que se mostraram descontentes com este modo.

Recorde-se que recentemente a plataforma comprou uma empresa de audiobooks para, no futuro, oferecer este formato aos seus utilizadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here