Activision suspende o lançamento de novas temporadas de Call of Duty

O sucesso de Call of Duty manifesta-se no seu comportamento de vendas durante as quase duas décadas de existência. Esta série, rival de Battlefield propriedade da Eletronic Arts, desenvolve a temática de tiro em primeira pessoa é publicado pela Activision e desenvolvido pela Infinity Ward, Sledgehammer Game Studio e pela Tryarch em diferentes títulos.

Os últimos títulos demonstraram a ambição da Activision em restuturar as suas abordagens, começando em novembro de 2016 com o lançamento de Call of Duty: Infinite Warfare, jogo futurista. Em novembro de 2017, o retorno da temática da segunda guerra mundial, após o sucesso de Battlefield 1 (com a temática de primeira guerra mundial), com o lançamento de Call of Duty: WWII. Agora, em outubro do ano passado foi lançado Call of Duty: Modern Warfare, o regresso à temática contemporânea-futurista.

Após o anúncio oficial da Season 4, por parte da Activision, para o Call of Duty: Modern Warfare e Call of Duty: Warzone — o bem sucedido battle-royale disponível de forma gratuita e independente de Modern Warfare —, estes que estavam previstos para receber a nova temporada no passado dia 3 de junho, no entanto, a empresa veio agora confirmar o adiamento do lançamento de novo conteúdo, face aos últimos incidentes que decorreram em território norte-americano, em particular, a morte de George Floyd. A semelhança do que acontece com Modern Warfare, a empresa também achou por bem adiar a sétima temporada de Call of Duty: Mobile.

A nova Season 4 teria como intenção, não só adicionar novo conteúdo ao jogo, mas também continuar a campanha do título, que tem vindo a progredir aos poucos através do lançamento de temporadas, estratégia aplicada em outras ocasiões por outras empresas como a Bungie em Destiny 2.

Até ao momento, os jogadores apenas poderam assistir a uma pequena cutscene de introdução da Season 3 relacionado com a campanha de Call of Duty: Modern Warfare e Call of Duty: Warzone. Este adiamento acontece numa altura em que os protestos levados a cabo por inúmeras pessoas em favor da comunidade negra contra o Governo dos Estados Unidos e, em especial, da polícia norte-americana face ao assassinato de George Floyd cometido por um agente de segurança pública.

Estes foram alguns dos eventos que levaram a que não só a Activision mas também outras empresas como a PlayStation, a Eletronic Arts e a Square Enix adiassem também os seus eventos com novas datas ainda a confirmar, nos mais diversos casos.

Pela parte da Activision ainda não existe uma data de lançamento desta nova temporada, no entanto, os jogadores podem esperar um novo “Battle-Pass” pago com um total de 100 tiers, novos Operadores, tais como “Captain Price“, “Gaz“, duas lendas da franquia Call of Duty: Modern Warfare, e ainda um novo “Operator” nunca antes visto no universo de Call of Duty. Os jogadores podem esperar ainda novos mapas de multiplayer, novas armas, novos modos de jogo e algumas skins para Operadores já existentes.

Por agora, resta-nos apenas aguardar por mais informações relativas ao reagendamento do lançamento da quarta temporada de Call of Duty, bem como, dos restantes eventos que têm vindo a ser adiados nos últimos dias.

Fonte Engadget

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here