Activision adia o jogo Call of Duty para o próximo ano

Os planos da Activision Blizzard para 2023 para Call of Duty incluem o “próximo lançamento premium completo da série anual de sucesso”, de acordo com os resultados do terceiro trimestre da empresa publicados na segunda-feira.

De acordo com a Bloomberg, a Activision Blizzard vai adiar o título de 2023 após a má resposta ao Call of Duty: Vanguard de 2021 , que não cumpriu as projeções da empresa. E a Bloomberg também tinha relatado em janeiro que a empresa estava a considerar uma mudança nos lançamentos anuais.

Na época, a Activision Blizzard parecia contestar a notíciao, embora não tenha confirmado que iria existir um jogo em 2023. “Temos uma lista emocionante de experiências premium e gratuitas de Call of Duty para este ano e para os próximos”, disse o porta-voz da Activision, Neil Wood, num comunicado em fevereiro. “Relatos de qualquer outra informação estão incorretos. Estamos ansiosos para partilhar mais detalhes quando for a hora certa.”

A Activision expandiu a franquia nos últimos anos além dos lançamentos premium anuais, com jogos como Call of Duty: Mobile, o Warzone battle royale (que está a ser lançado a versão 2.0 no final deste mês) e o próximo lançamento do Warzone móvel em 2023. Isto indicava que a empresa poderia querer tirar um ano para se concentrar em outros Call of Duty.

Mas isso não acontecerá em 2023, já que a Activision Blizzard está a avançar com outro grande jogo de Call of Duty para o próximo ano, talvez impulsionado pelo enorme sucesso do recém-lançado Modern Warfare II. Aqui está exatamente o que a empresa disse sobre seus planos para a franquia no próximo ano, incluindo a menção do próximo jogo anual:

“A Activision está ansiosa para aproveitar o seu momento atual em 2023, com planos para o próximo ano, incluindo as operações ao vivo mais robustas de Call of Duty até ao momento, o próximo lançamento premium completo da série anual de sucesso e ainda o mais envolvente free-to-play em todas as plataformas”.

A aquisição planeada da Activision Blizzard pela Microsoft, anunciada em janeiro, ainda está a passar pelos processos regulatórios necessários. A aquisição deve ser concluída no primeiro semestre do ano fiscal de 2023.

Fonte: Bloomberg

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui