A segunda expansão do Destiny 2 chama-se Warmind e é lançada em 8 de maio

 

Hoje, a Bungie anunciou a data de lançamento da segunda expansão do Destiny 2. Provavelmente, custará 19,99 dólares, é chamada de Warming e será lançada no dia 8 de maio. Os últimos rumores dão conta de uma personagem chamada Charlemagne ou, talvez, Rasputin que é um AI proeminente do Destiny I. A produtora deste jogo está a planear uma transmissão ao vivo no Twitch para revelar mais informações no dia 24 de abril.

Uma grande quantidade de jogadores de Destiny 2 já passou pela expansão Warmind como parte da edição de colecionador do jogo vendida no ano passado. Todos os restantes jogadores terão que decidir se querem continuar com o universo Destiny que tem sido bastante criticado, desde o lançamento em setembro de 2017. Bungie fez uma série de pequenas mudanças neste jogo para lidar com as críticas, principalmente sobre não ser tão divertido nem desafiantes como a versão original. Na verdade, a produtora quer recuperar a confiança dos jogadores.

Bungie escreveu um anúncio “Por enquanto, todas as mãos são importantes para garantir que cumpramos a nossa promessa de melhorar o Destiny 2 para todos nós que amamos. Para todos os jogadores do Destiny 2, lançaremos novos mapas Crucible que estão sendo desenvolvidos para a Warmind…O mesmo vale para os mapas que lançámos com Curse of Osiris. Para manter a comunidade no Crisol unida, todos virão novas arenas como Quickplay, Trials of the Nine, Iron Banner. Isso significa mais oponentes para todos. ”. Através desta mensagem, a produtora revelou algumas mudanças positivas que estão a realizar com o Warmind e as futuras expansões. Notavelmente, a Bungie não irá restringir os mapas para aqueles que comprarem a nova expansão. A data de lançamento da nova expansão também coincide com o lançamento da terceira expansão, bem como a apresentação de rankings de jogadores e a introdução de armas raras.

Todas estas iniciativas como mudanças que afetam a velocidade, fato de tornar o combate multiplayer mais divertido e alterações no slot de armas, prometem melhorar os maiores problemas da última versão. E, quem sabe, o Destiny 2 pode recuperar a popularidade e a longevidade do seu antecessor.

Fontes: Polygon

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui