A Anatel vai investigar comercializadores de “maus” tablets

 

 

tablet low cost

A Anatel, agência nacional de telecomunicações brasileira, vai investigar todas as empresa que comercializam tablets de duvidosa qualidade.

Para quem pensa que o Brasil é um país onde facilmente se fica impune por cometer ilícitos, aqui vai a resposta de que essa não é a verdade real.

A Anatel sentindo o mercado de tablets cada vez maior, ameaçando potencialmente até o mercado dos computadores e portáteis, decidiu investigar 2 fabricantes de tablets com características abaixo dos padrões de aprovação dessa Agência.

Foi decidido pela Anatel investigar a DL e a Lenoxx por comercializarem equipamentos não homologados. Actualmente a DL é apenas o maior fabricante de tablets e a Lenoxx a terceira maior atrás da Samsung.

Com a cada vez maior corrida aos tablets e principalmente ao preço baixo sem olhar a especificações, é cada vez mais urgente a regulação do mercado em defesa dos consumidores.

Peças-Tablets

A origem dos componentes para montagem é praticamente a mesma para todos os fabricantes

Se pensarmos  que da China, o país com maior fabrico do mundo, vem de tudo, tanto dos bons como dos maus equipamentos, e estes  nem pelo preço de venda conseguimos distinguir, certamente o Brasil, tem razão em investigar e regular.

Há algum tempo atrás fomos confrontados com a informação que nos tablets e smartphones chineses existiriam “vírus” e adware indetetáveis capazes de enviarem as nossas informações pessoais para sites com a intenção de nos prejudicarem. É evidente que tal informação ainda não foi provada, mas será fácil fazê-lo? Concluímos que para o consumidor todo o cuidado é pouco.

Olhando aqui para o nosso canto na Europa  pergunto, e nós ? Quando poderemos ver a nossa cacional Anacom a defender os consumidores ? Quem diz Anacom diz outros, mas quem? Aconselhe-se bem antes de comprar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here