80% dos terminais Android estão vulneráveis e expõem o seu tráfego na web

androidsick

A versão 3.6 do kernel do sistema operativo Linux, lançada em 2012, possui uma falha de segurança grave que permite aos atacantes terminar as ligações de equipamentos com servidores e aplicações, podendo em casos mais avançados os piratas aproveitarem-se dessa mesma brecha para violarem a privacidade dos dados não sujeitos a encriptação ou injetar malware nos equipamentos.

A descoberta foi feita pela empresa especialista em segurança informática Lookout que atestou a existência deste problema em equipamentos com a versão 4.4 do Android, a KitKat e que representa atualmente 80% dos equipamentos Android ativos. Ou seja, o número torna-se ainda mais assustador já que são mais de 1,4 mil milhões de equipamentos que estão afetados e vulneráveis.

Apesar de parecer alarmante, este ataque não é de fácil concretização. Segundo os mesmos especialistas em segurança informática é relativamente fácil atacar um equipamento isolado, todavia estão de fora os ataques a grandes lotes de equipamentos em simultâneo como se de uma bomba se tratasse.

Esta falha é já conhecida dos engenheiros da Google que estão a trabalhar no sentido de arranjar uma solução para esta vulnerabilidade, já catalogada como CVE-2016-5696.

Fonte: Lookout Blog

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here