700 mil unidades do Xiaomi Pocophone F1 foram vendidas em apenas três meses

Em agosto deste ano, a Xiaomi anunciou o Pocophone F1, smartphone que em pouco tempo se tornou um sucesso, entregando especificações de ponta e preço acessível. Agora, Manu Kumar Jain, vice-presidente da empresa, revelou em sua conta no Twitter que 700 mil unidades do Pocophone F1 foram vendidas em apenas três meses.

O executivo destacou que, embora “Poco” signifique “pequeno” em espanhol, a comunidade deste smartphone cresceu consideravelmente em pouquíssimo tempo. O Pocophone F1 tem ajudado a Xiaomi a liderar em mercados importantes, tais como a Índia, onde a fabricante chinesa ficou em primeiro lugar no terceiro trimestre de 2018, de acordo com dados da Counterpoint.

Como foi dito anteriormente, o sucesso do Pocophone F1 se deve ao fato do aparelho trazer o Snapdragon 845, chipset de alto desempenho, grande quantidade de armazenamento, até 8GB de RAM e ótimas câmeras, tudo por um preço interessante. Na Europa, por exemplo, a variante com 6GB de RAM e 64GB de armazenamento é vendida por menos de € 350.

Para quem não conhece, o Pocophone F1 possui uma tela LCD de 6,18″ com resolução de 2246×1080 pixels, aspecto 18,7:9, 82,3% de relação tela-corpo, 403 ppi de densidade e vidro com proteção Gorilla Glass 3. Por dentro, temos o processador Snapdragon 845 octa-core, com quatro núcleos Kryo 385 Gold rodando a 2,8 e outros quatro Kryo 385 Silver rodando a 1,8 GHz – a GPU é a Adreno 630.

Existem três variantes disponíveis para compra: a primeira com 6GB de RAM e 64GB de armazenamento interno, a segunda com 6GB de RAM e 128GB de armazenamento, e a terceira com 8GB de RAM e 256GB de armazenamento – todas podendo expandir até 256GB via microSD.

No departamento de câmeras, há dois sensores na traseira, sendo o principal Sony IMX363 de 12MP com abertura f/1.9 e o secundário de 5MP com abertura f/2.0 –  todo o conjunto entrega estabilização digital de imagem, HDR, foco PDAF e possibilidade de filmar em até 4K a 30fps. Na parte frontal, temos uma câmera de 20MP com abertura f/2.0.

Para manter o Pocophone F1 ligado, a Xiaomi inseriu uma grande bateria de 4.000 mAh com suporte a tecnologia de carregamento rápido “Quick Charge 3.0”. Em software, a beta da MIUI 10 baseada no Android Pie já está disponível, com previsão da versão estável ser liberada até o final deste ano. Como recurso de segurança, existe um leitor de digitais na traseira.

Fonte: GsmArena

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here