630 projetos com financiamento da FCT

A FCT – Faculdade de Ciências e Tecnologia selecionou 630 projetos para financiamento, representando um investimento de 74,8 milhões de euros, suportados por fundos nacionais através do orçamento da Fundação. Os resultados estão no Concurso de Projetos de I&D em Todos os Domínios Científicos – 2022.
Foram submetidas 4101 candidaturas, das quais 4093 foram admitidas para avaliação e taxa de sucesso global do Concurso, considerando as candidaturas de ambas as tipologias, foi de 15,4%.

Os investigadores que lideram os projetos financiados são na maioria mulheres, representando 55,7% do total, e 11,3% são investigadores estrangeiros, de 22 nacionalidades, que trabalham em centros de investigação em Portugal e lideram 71 dos projetos selecionados.

Este concurso apoia duas tipologias de projetos:

– Projetos de investigação científica e desenvolvimento tecnológico (IC&DT), com uma duração de 36 meses e financiamento máximo por projeto de 250 mil euros, com uma dotação de 55 milhões de euros;
– Projetos de investigação de caráter exploratório (PeX), com uma duração de 18 meses e financiamento máximo por projeto de 50 mil euros, com uma dotação de 20 milhões de euros.

Os 225 projetos de IC&DT recomendados para financiamento estão distribuídos pelos seguintes domínios científicos: Ciências Médicas e da Saúde – 17,8%, Ciências da Engenharia e Tecnologias – 25,3%, Ciências Naturais – 17,3%, Ciências Sociais – 12,4%, Ciências Exatas – 11,6%, Ciências Agrárias – 8,4% e Humanidades – 7,1%.

Os 405 projetos PeX recomendados para financiamento distribuem-se pelos seguintes domínios científicos: Ciências Médicas e da Saúde – 23,0%, Ciências da Engenharia e Tecnologias – 18,8%, Ciências Naturais – 21,0%, Ciências Sociais – 11,1%, Ciências Exatas – 11,1%, Ciências Agrárias – 7,7% e Humanidades – 7,4%.

Estes 630 novos projetos acrescem aos 2301 projetos de I&D que se encontram atualmente em execução e financiados pela FCT.

A consolidação e o reforço do Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) constituem prioridades da política de ciência e tecnologia nacional que visam aumentar a competitividade nacional e internacional da ciência e tecnologia, e o seu contributo para a inovação e transferência de conhecimento, assim como para a realização das aspirações globais definidas na Agenda 2030: Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui