6 conselhos práticos para uma melhor gestão energética em casa

Os valores recorde dos preços da energia, aliados ao aumento geral dos preços noutros setores, têm obrigado muitas famílias a procurar formas de mitigar os efeitos negativos da inflação. Em casa, isso significa, por exemplo, repensar quer os comercializadores, quer os hábitos de consumo de energia, sem que isso impacte o uso que dão aos seus dispositivos domésticos e portáteis.

É a pensar numa melhor gestão energética em casa que a Hama apresenta conselhos práticos que podem contribuir para uma fatura da luz menos pesada no final do mês. Aqui ficam 6 dicas para facilitar a gestão energética – e alguns dos dispositivos que tornam isso uma realidade.

  1. Optar por uma rede elétrica inteligente

As tomadas Wi-Fi Hama WiFi Socket permitem-lhe manter sempre o controlo dos dispositivos que a elas estão ligados, sendo ideias para escolher o que precisa ou não de corrente a cada momento, sem gastos desnecessários.

Potentes e inteligentes, as Hama WiFi Socket dispensam hubs, estabelecendo ligação direta por Wi-Fi com o router. Com a app Smart Home da Hama pode ampliar o seu ambiente inteligente e ligar a sua casa em rede com tantos dispositivos Smart Home da Hama quantos queira.

  1. Medir o consumo energético dos dispositivos domésticos

Para controlar ainda melhor as despesas, importa saber quais são os dispositivos que mais influenciam o consumo energético em casa. Para isso existem contadores digitais de consumo energético, como o Hama Profile. Trocar um eletrodoméstico por outro mais eficiente pode rapidamente ser a opção mais rentável, além de ecológica. Um contador de consumo energético é ideal para ajudar com essa decisão.

  1. Adotar as lâmpadas LED

As lâmpadas LED têm vindo a baixar de preço e a verdade é que, por ano, são a opção mais barata em comparação com outras tecnologias de iluminação. Ainda para mais, as lâmpadas LED também já batem as rivais em eficiência, sendo uma opção acertada para luz em casa. A Hama disponibiliza várias opções de lâmpadas LED, incluindo modelos multicores.

  1. Usar câmaras de vigilância alimentadas por energia solar

Também as câmaras de vigilância podem já ter uma operação autossuficiente para maior poupança na fatura da luz. A nova solução de câmara de vigilância para exteriores da Hama está equipada com um módulo solar e pilhas recarregáveis.

Assim, o seu uso é independente de fontes de alimentação, permitindo uma maior liberdade nos locais de montagem e possibilidade de autossuficiência na carga. Também este dispositivo pode ser usado de várias formas com a app Hama Smart Home, que oferece uma visão ao vivo da imagem, e controlos de voz, compatíveis com Amazon Alexa e Google Assistant.

  1. Controlar o aquecimento interior de forma inteligente

Agora que o tempo frio está a regressar é apenas natural que as pessoas se tentem manter quentes em casa com recurso a sistemas de aquecimento, muitos dos quais, infelizmente, pouco eficientes.

A Hama propõe o Hama WiFi Heating Control Starter Set para sistemas de aquecimento central, que permite criar os seus próprios cenários e ciclos de aquecimento e, assim, poupar dinheiro sem perder o conforto. Com controlo à distância com comando inteligente, app Smart Home ou comandos de voz, é possível ajustar o aquecimento em casa esteja onde estiver, como, por exemplo, ligar o aquecimento quando ainda está no escritório.

  1. Limitar o consumo energético em standby

Esta última dica parece óbvia, mas importa sempre dizer que mesmo quando estão desligados os dispositivos conectados ao bloco de tomadas continuam a consumir energia. Para garantir que não gasta quando não está a usar opte por um bloco de tomadas com interruptor integrado, ou por sistemas de tomada com temporizador.

A Hama WiFi Power strip, por exemplo, proporciona extensão com tomadas inteligentes e tomadas USB, que também permitem carregar diretamente smartphones e tablets, ou alimentar outros dispositivos USB.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui