5G continua de borla durante mais dois meses

Foi no final do ano de 2021 que finalmente recebemos o 5G em Portugal, na altura através da NOS, mas pouco depois as outras operadoras também se juntaram. No entanto, na altura a estratégia seguida pelas operadoras foi diferente do lançamento do 4G.

Quando o 4G foi lançado, iniciou-se com planos específicos (e mais caros) para quem quisesse aproveita a nova velocidade de comunicações. Mas, desta vez as operadoras em Portugal optaram por uma tática diferente e decidiram “oferecer” o 5G a grande parte dos clientes que tivessem equipamentos que conseguissem usufruir dessa velocidade.

O que é que se pensou: provavelmente as operadoras vão demorar um pouco a implantar, por isso vão inicialmente oferecer e depois começar a cobrar aos clientes para continuar a utilizar a velocidade máxima. Mas, a verdade é que não. Desde o seu lançamento, já houve mais alguns adiamentos do término desta oferta e que, hoje, vê um novo adiamento.

Segundo as últimas informações, o 5G grátis terminava a sua oferta no dia 15 de janeiro, mas no dia seguinte, continuávamos a ter o 5G disponível nos smartphones e as operadoras começaram a adicionar novas informações aos seus sites.

Agora, consta que o 5G continuará a ser gratuito até ao próximo dia 31 de maço de 2023, como podemos ver no site da Vodafone, mas também nas outras operadoras.

Segundo o site da Vodafone: “O 5G da Vodafone chegou a Portugal e até 31 de março de 2023 estará disponível, gratuitamente, nos tarifários Red, Red Infinity e Red Infinity Giga, para atuais e novos clientes. Depois desta data, o 5G será disponibilizado gratuitamente nos tarifários Red 10 GB e Red Infinity. Se tiver outro tarifário, poderá também beneficiar da 5ª geração móvel, por um valor mensal de €5″

Será sempre de borla?

Bem, a verdade é que conforme vamos passando mais tempo, o que parece é que isto tudo seja uma estratégia de marketing e que a “borla temporária” seja, no final das contas, efetiva.

É que com o tempo a decorrer e com a expansão do 5G e a habituação dos clientes, não será fácil de explicar aos clientes que passado não sei quanto tempo se perca o 5G. Além disso, também com o passar do tempo, acredito que as outras comunicações deixem de “fazer parte” e comecem apenas a ser utilizados o 5G, tal como aconteceu com o 4G.

Aliás, não é que o 3G tenha desaparecido, bem pelo contrário. A verdade é que a cobertura 4G já é tão vasta que nos nossos smartphones raramente aparece o 3G e, com o tempo será isso que vai acontecer com o 5G e, obviamente, deixará de haver esta diferenciação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui